Toronto Raptors

O Toronto Raptors é um time de basquete profissional canadense sediado em Toronto, Ontário.[2] Os Raptors competem na National Basketball Association (NBA) como um clube membro da Conferência Leste e Divisão do Atlântico. Eles jogam seus jogos em casa na Scotiabank Arena, que compartilham com o Toronto Maple Leafs da National Hockey League (NHL). A equipe foi fundada em 1995 como parte da expansão da NBA no Canadá, juntamente com o Vancouver Grizzlies. Desde a temporada de 2001-02, os Raptors têm sido o único time canadense na liga, já que os Grizzlies se mudaram de Vancouver, na Colúmbia Britânica, para Memphis, Tennessee. Masai Ujiri substituiu Colangelo como presidente da equipe em 2013 e ajudou a começar uma nova era de sucesso, liderada pela dupla DeMar DeRozan e Kyle Lowry. Os Raptors se tornou um time consistente nos playoffs em todos os anos do mandato de Ujiri. A equipe também ganhou cinco títulos da Divisão e registrou sua temporada regular de maior sucesso em 2018. No entanto, o fracasso da equipe em chegar às finais da NBA levou Ujiri a demitir o técnico Dwane Casey após a conclusão dos playoffs de 2018 e conduzir a troca de DeRozan por Kawhi Leonard e Danny Green. Nos playoffs de 2019, os Raptors conquistou seu primeiro título da Conferência Leste e avançou para suas primeiras finais da NBA, onde conquistou seu primeiro título da NBA. O Toronto Raptors foi criado em 4 de novembro de 1993, quando a NBA, como parte de sua expansão para o Canadá, concedeu sua 28° franquia a um grupo liderado pelo empresário, John Bitove, por uma taxa de US $ 125 milhões.[3] Bitove e Allan da Slaight Communications detinham 44%, a Scotiabank tinha 10%, David Peterson tinha 1% e Phil Granovsky tinha 1%. Os Raptors, junto com o Vancouver Grizzlies, jogaram seu primeiro jogo em 1995, e foram os primeiros times da NBA baseados no Canadá desde o Toronto Huskies da Basketball Association of America (BAA foi uma liga precursora da NBA). Os Raptors marcaram um retorno do basquete profissional para a cidade após uma ausência de 48 anos. A ideia inicial era usar o nome Huskies, mas a gerência da equipe percebeu que seria quase impossível projetar um logotipo que não se parecesse substancialmente com o do Minnesota Timberwolves. Como resultado, um concurso nacional foi realizado para ajudar a nomear a equipe e desenvolver suas cores e logotipo. Mais de 2.000 entradas foram reduzidas a onze nomes: Beavers, Bobcats, Dragons, Grizzlies, Hogs, Raptors, Scorpions, T-Rex, Tarantulas, Terriers e Towers. A seleção final - Toronto Raptors - foi revelada na televisão nacional canadense em 15 de maio de 1994: a escolha foi influenciada pelo filme Jurassic Park. O nome "Raptor" é um nome informal comum para o Velociraptor, um dinossauro de tamanho médio. Em 24 de maio de 1994, o logotipo da equipe e o primeiro gerente geral, Isiah Thomas, foram revelados em uma coletiva de imprensa. Como parte do acordo, Thomas recebeu a opção de comprar parte da equipe, supostamente pelo valor de mercado. Ele compraria 4,5% em maio de 1995 e 4,5% em dezembro de 1995, metade de Bitove e Slaight, diminuindo sua participação para 39,5%.[4] As cores vermelho brilhante, roxo, preto e prata também foram reveladas. A equipe originalmente competiu na Divisão Central e antes do início da temporada inaugural, as vendas de produtos dos Raptors ficaram em sétimo lugar na liga, marcando um retorno bem-sucedido do basquete profissional ao Canadá. Fonte do texto e imagem: wikipedia.org

Elenco:

Contato







Lendas: